sábado, maio 31, 2008

Chegando lá

Lindomar Garçon, já em pré-campanha, é um dos candidatos mais fortes na disputa pela prefeitura de Porto Velho (RO). É verdade que ele enfrenta barreiras naturais no caminho, que era uma avenida. A temporada poderá se agitar. Mas isso não deve significar nada. Quem viver, verá!

Histórias de superação

O presidente do Bradesco, Márcio Cypriano, foi office-boy, vendedor de discos e datilógrafo, antes de se tornar o executivo que comanda o maior banco privado do Brasil. Sérgio Amoroso, dono e fundador do grupo Orsa, gigante que possui nove fábricas de papel e embalagens, passou fome em São Paulo e sentiu na pele o preconceito que alguém sem dinheiro pode sofrer. Tão pobre quanto ele era Afonso Celso de Barros Santos, presidente da Avis no Brasil, que cansou de ver a família ser despejada por falta de pagamento de aluguel e que durante um bom tempo ganhou a vida servindo café numa agência bancária. Os abismos econômicos e sociais fizeram do Brasil um país pródigo em histórias de superação. Muitos executivos que atingiram o topo na carreira corporativa trilharam um caminho árduo para alcançar o sucesso. Em comum, eles exibem o orgulho de ter passado por experiências até certo ponto traumáticas. E o que é mais surpreendente: na maioria dos casos, são gratos a elas. “As dificuldades me deixaram certamente mais forte”, diz Cypriano. “Depois do que vivi, passei a acreditar que tudo é possível”, afirma Amoroso.

Alimentos: preços podem voltar a subir

Depois da crise de oferta que dobrou o preço de alguns alimentos no mercado internacional e provocou grandes manifestações em vários países, o ministro da Agricultura, Reinhold Stephanes, alerta para a possibilidade de uma nova alta de preços nos próximos anos. “Como há um desequilíbrio mundial entre demanda e oferta, dentro de dois ou três anos pode ter um novo salto de preço”, afirma em entrevista. Ele também acha que a mudança de um mundo de oferta de produtos agrícolas para um mundo de demanda vai levar a uma redução do protecionismo nos países desenvolvidos. “Não por Doha, mas pelas necessidades mundiais”, afirma.

Cassol garante recursos

O governador Ivo Cassol (sem partido) autorizou a liberação de recursos financeiros assegurados via emenda parlamentar ao orçamento de 2008, para atender as necessidades operacionais das feiras agropecuárias dos municípios de Nova Mamoré e de Guajará-Mirim (RO).

Corretoras de seguros:Geraldo aguarda aprovação do Supersimples

Ao saber que a Câmara dos Deputados pode aprovar a qualquer momento o projeto de lei de autoria de um deputado do (PSDB-SP), que autoriza a inclusão no Supersimples das empresas corretoras de seguros, o presidente do Sincor-RO Geraldo Ramos comentou: - a se confirmar essa perspectiva, milhares de corretores de seguros do Brasil irão se beneficiar. Será uma vitória não só da Fenacor, que muito luta pela inclusão, como de toda a categoria. A Comissão de Finanças e Tributação da Câmara Federal aprovou o parecer do relator da matéria, de um deputado do (PT-CE) favorável à aprovação do projeto. Geraldo Ramos também acredita que desta vez a pretensão da categoria dará resultado positivo. Depois de passar pela Câmara, a matéria ainda será apreciada no Senado, com perspectivas de aprovação, crê Geraldo Ramos.

sexta-feira, maio 30, 2008

Libera geral

Charge


Charge


Seguradora promove gincana para corretores

As inscrições para a I Gincana UniverSeg – Universo do Conhecimento do Seguro – do Grupo Bradesco de Seguros e Previdência se encerram nesta sexta-feira, dia 30. Para participar, basta acessar www.universeg.com.br. A ação faz parte das comemorações pelo quarto aniversário do UniverSeg, amplo programa de gestão do conhecimento voltado para colaboradores e corretores cadastrados no Grupo e constituído por cursos online e presenciais para desenvolvimento técnico e profissional. A I Gincana UniverSeg se estenderá até 9 de agosto. Caça ao tesouro, jogo da memória, caça-palavras, quiz e tarefas-surpresas são alguns dos desafios para os corretores cadastrados. Ao final, os mais bem colocados serão premiados da seguinte forma: 1º lugar, Notebook HP Intel; 2º lugar, Filmadora Sony Formato DVD; e 3º lugar, Porta-retrato digital Kodak. A corretora com maior número de participantes ganhará um Blackberry Pearl. Novas informações: Ronseg, corretora de seguros (69) 3222-0742.

Charge


Charge


quinta-feira, maio 29, 2008

Deputado apóia Chico

O deputado Lindomar Garçon (PV-RO) acompanhou o prefeito Chico Souza (DEM), em assinatura de convênio aqui em Brasília para aquisição de um ônibus para o transporte escola gratuito no município de Jorge Teixeira.

Garçon sublinha investimentos

O deputado Lindomar Garçon (PV-RO) admitiu que as obras das hidrelétrias de Jirau e Santo Antonio trarão à população de Porto Velho inclusão social, infra-estrutura, investimentos e desenvolvimento sustentável. Ele disse que PAC (programa de aceleração do crescimento) beneficiará o estado, ainda no governo Ivo Cassol, com investimentos oficiais superiores a R$14 bi.

Eleições 2008:Carlos Magno nega desistência

O ex-prefeito Carlos Magno (DEM) classificou como desespero dos adversários as notícias plantadas na imprensa de que ele não é mais pré-candidato a prefeito de Ouro Preto do Oeste (RO). Segundo Carlos Magno periodicamente seus adversários veiculam notas sem fundamento, disse ao Impactorondonia.

Charge


Charge


Charge




Charge


Terra à vista

Até o próximo dia 3, os ministros que querem disputar as eleições de outubro terão de deixar os seus cargos. É o caso, pelo menos até agora, de Marta Suplicy, do Turismo, e Luiz Marinho, da Previdência Social. Quem viver, verá!

Charge


Charge


Charge


Charge


Corretoras de seguros: supersimples pode ser aprovado

A Câmara dos Deputados pode aprovar a qualquer momento o projeto de lei de autoria de um deputado do (PSDB-SP), que autoriza a inclusão no Supersimples das empresas corretoras de seguros, de decoração e paisagismo e de representação comercial. O que se comenta em Brasília é que já foi fechado um acordo entre lideranças da base governista e dos partidos oposicionistas que permite a aprovação da proposta. É possível até que o projeto seja aprovado por voto de lideranças. Depois de aprovada na Câmara, a matéria ainda será apreciada no Senado, mas com boas chances de aprovação. Nesta terça-feira, a Comissão de Finanças e Tributação da Câmara aprovou o parecer do relator da matéria favorável à aprovação do projeto.

CPA tem sinal verde

O governador Ivo Cassol (sem partido) assinou ordem de serviço para início da construção do Centro Político Administrativo (CPA) de Rondônia. A solenidade teve a participação de autoridades e de convidados que na quadra do Sesc em Porto Velho.

quarta-feira, maio 28, 2008

Seguradora firma parceria

A seguradora SulAmérica anunciou a formação de uma parceira que poderá gerar um volume de prêmios de seguros de automóvel de pelo menos R$ 500 milhões nos próximos cinco anos. Pelo acordo, a Votorantim Corretora de Seguros (VCS) comercializará, com exclusividade, o seguro SulAmérica Auto na rede da BV Financeira e da BV Leasing, formada por mais de 18 mil revendas de veículos no país.

Charge


Seguro de automóvel

Um deputado do Paraná apresentou projeto de lei que dispõe sobre o prazo do seguro de automóveis. Se a proposta for aprovada o prazo de vigência do seguro de automóvel, desde que contratado com as coberturas de colisão, incêndio e roubo, será dilatado, sem ônus para o segurado, pelo período que tenha efetivamente permanecido em oficina credenciada da seguradora para reparos cobertos pela respectiva apólice. O parlamentar justifica a medida lembrando que os seguros de automóveis como todos os demais tipos de seguro são contratados por prazo determinado, ao longo do qual o contratante fica resguardado quanto aos prejuízos que vierem a ser ocasionados ao seu veículo, pagando por essa proteção quantia determinada estabelecida pela seguradora: na eventualidade de uma colisão, os veículos segurados são levados às oficinas, a maioria credenciada junto às empresas de seguro, onde permanecem até o final dos necessários reparos. Entendemos justo que esse período no qual o veículo sinistrado permanece sob custódia da seguradora e não aos cuidados do segurado, seja acrescido ao prazo total do seguro inicialmente contratado e pago pelo contratante, argumenta o deputado.

Tão só

Depois de derrubar a MP que proibia a venda nas BRs e estradas, o lobby da indústria de bebidas parece ter conseguido deletar o setor da taxação para financiar a saúde. Exclusivamente, o cigarrro deverá entrar no projeto, admite um membro da base do governo.

Convenção do povo

O grupo que apóia Lindomar Garçon para concorrer à prefeitura de Porto Velho (RO) pretende transformar a convenção que indicará seu nome nos próximos dias, numa festa do povo. O deputado verde, líder na capital e no município de Candeias do Jamari, está mais esbelto. A disputa com o PT parece estar fazendo o parlamentar defensor da natureza malhar um pouco mais, intensificar o porta-a-porta, e investir tempo na esteira.

terça-feira, maio 27, 2008

Economia

Não deixem o leão escapar. O governo tem um plano sorrateiro para recriar a CPMF, mas a sociedade já começa a reagir contra a volta do "imposto do cheque". Xô CPMF, xô CSS. A inflação está de volta. Quem viver, verá!

Charge




Digital no DF

O ministro das Comunicações, Hélio Costa, informou hoje que a tevê digital aberta deverá ser lançada em Brasília até dezembro.

Charge


Charge


Cassol assina OS do CPA

O governador Ivo Cassol (RO) lança nesta quarta-feira (28), às 11h, na quadra do Sesc Esplanada, uma das mais importantes obras de sua administração: o Centro Político Administrativo (CPA). Cassol assinará ordem de serviço para o início da obras, que deverá ser executada em 18 meses.“O CPA vai transformar a paisagem da capital e proporcionar mais conforto aos servidores e usuários dos serviços públicos, além de assegurar mais agilidade e redução de custos, pois tudo vai se concentrar em um só lugar”, observou Cassol. O CPA deverá ser concluído até 2010 e sua estrutura será formada por cinco prédios dotados de arquitetura moderna e tecnologia avançada, incluindo elevadores, um deles (o do palácio) panorâmico, construídos em uma área de mais de 40 mil metros quadrados, no espaço da atual Esplanada das Secretarias, na avenida Farqhuar.Para agilizar a execução do projeto, a licitação será feita em cinco lotes para que cada um fique sob a responsabilidade de empresas diferentes. Os recursos para a construção do CPA foram garantidos com a assinatura de contrato com o Banco do Brasil, no valor de R$ 85 milhões, para obras estruturais. Pelo projeto, que atende à determinação do governador de oferecer espaço mais confortável aos servidores e usuários do serviço público estadual, o palácio governamental será instalado em um prédio de 13 andares, dois dos quais (o 12º e o 13º) destinados à residência oficial, enquanto as demais repartições serão distribuídas por dois prédios de cinco andares e outros dois de sete. O Palácio do Governo, de acordo com o projeto do CPA, está montado sobre o seguinte perfil: subsolo (garagem oficial com 380 lugares; pavimento de CPD); térreo (recepção, identificação e protocolo); nove andares – administrativos; um pavimento técnico, um pavimento de transição (segurança e serviços de apoio); dois pavimentos – duplex (residência oficial); cobertura (heliporto).

Mapfre recebe Geraldo Ramos

Os presidentes dos Sincors da Região Norte ( Rondônia etc), Geraldo Ramos e outros, a convite da Mapfre Seguros, visitaram as dependências da seguradora em São Paulo, nesta segunda-feira (26). A visita havia sido agendada pelos vice-presidentes da companhia, Dirceu Thiegs, e da Fenacor na Região Norte, no último Congresso dos Corretores de Seguros, realizado em Vitória (ES), em outubro de 2007. O encontro foi coordenado pelo diretor Territorial da Amazônia da seguradora, José Marcelo Brito, que também acompanhou os presidentes. Todos foram recebidos na matriz da Mapfre pelo próprio Dirceu Thiegs e pelo diretor Miguel Gallego.

segunda-feira, maio 26, 2008

Charge


Charge


Charge


Seguros para bolsos populares, segundo Geraldo Ramos

Fazer um seguro de vida, residencial ou que garanta o pagamento de compras parceladas e da escola dos filhos, no caso de desemprego, pode ser mais barato que se pensa. Algumas opções oferecidas por corretores custam menos de R$ 20 ao mês e ajudam a dar um pouco de folga às famílias em momentos de sufoco. Bancos já oferecem seguros de vida com custos a partir de R$ 9,90 por mês e apólice em torno de R$ 10 mil. Uma seguradora também tem planos a partir de R$ 9,90, com coberturas de até R$ 15 mil. Em junho, uma estreante chegará ao mercado: (entidade de previdência complementar), lançará um seguro de vida de R$ 1,91 por mês para pessoas com até 80 anos. A indenização chega a R$ 35 mil. - Muitas vezes, as pessoas deixam de ter seguros porque não sabem que existem ou porque acham que são caros - diz o diretor da Fenacor e presidente do Sincor Rondônia, Geraldo Ramos. Segundo ele, além dos seguros de vida, existem modalidades com boa relação entre custo e benefício: - Fazer um seguro residencial com cobertura em caso de incêndio, por exemplo, custa cerca de 0,1% do valor do imóvel. É barato e muita gente desconhece. Preço não deve ser o único critério de escolha .Um banco tem seguros residenciais com cobertura de incêndio, danos elétricos e roubos. O usuário também pode contar com serviços de profissionais como chaveiro, vidraceiro, eletricista e bombeiro. O custo, no Rio, é a partir de R$ 85,90 por ano para uma garantia de até R$ 200 mil, em apartamentos. O valor sobe para R$ 129,25 ao ano, para coberturas de até R$ 400 mil. Em casas, a anualidade sai por R$ 93,42, no caso de um imóvel de R$ 200 mil; e por R$ 135,30, para um de R$ 400 mil. Outro seguro comum e de custo baixo é o prestamista, que consiste em quitar financiamentos em caso de morte ou desemprego do contratante. - Se o cliente fez um financiamento de 12 meses e pagou até terceira parcela, por exemplo, terá as próximas seis quitadas caso fique desempregado ou sofra um acidente. O preço varia de 3% a 10% do valor do bem, dependendo do produto. E pode ser diluído no valor das prestações - explica. Geraldo lembra que não é apenas à compra de eletrodomésticos e eletrônicos que o seguro prestamista se aplica: - Às vezes ele é exigido no aluguel de um imóvel, quando o locador não tem fiador. Ou pode ser uma boa opção quando se faz um financiamento de longo prazo, como a compra da casa própria. Apesar dos preços de seguros estarem cada vez mais atraentes, especialistas alertam que é preciso ter consciência na escolha. Geraldo conta que tem gente que já foi vítima de opções erradas: - Teve um acidente de carro três anos atrás. Fez uma cirurgia e perdeu parte da audição. Na época, tinha uns dez tipos de seguro de vida e acidentes pessoais, desses que você vai contratando com o cartão de crédito ou em campanhas de bancos. Quando foi ver, nenhum deles cobria invalidez no meu caso, só em acidente de trabalho. Um especialista em finanças pessoais diz que a escolha do seguro de vida deve levar em conta despesas e sonhos futuros, como a reforma da casa e o estudo dos filhos. - Se você tem um gasto mensal de R$ 2 mil, o correto é ter um seguro que garanta uma apólice de R$ 400 mil. É o suficiente para que o dinheiro renda R$ 4 mil por mês em 30 anos. Metade, cobre os gastos da família. A outra parte deve ser guardada como poupança - ensina. Um estofador contratou um seguro de vida com prêmio mensal de R$ 9,94 e apólice de R$ 10 mil. Com mulher e três filhos, ele tem gasto mensal familiar de R$ 1.000. - O valor da indenização não é muito grande, mas daria para segurar as contas por uns dez meses - calcula.

domingo, maio 25, 2008

sábado, maio 24, 2008

Fui...!




Seguro: projeto obriga empresa aérea a dilvulgar, adianta Geraldo Ramos

A Comissão de Viação e Transportes da Câmara dos Deputados já aprovou projeto que prevê a obrigatoriedade de as companhias aéreas divulgarem a apólice ou o certificado do seguro obrigatório, na internet e no interior das aeronaves, admitiu hoje o diretor da Fenacor e presidente do Sincor-Rondônia, Geraldo Ramos.

Políticos se despedem de JP

Autoridades do Executivo, Legislativo e Judiciário, parentes e amigos de Jefferson Péres prestaram neste sábado (24), em Manaus, suas últimas homenagens ao senador, que morreu nesta sexta, aos 76 anos, vítima de um infarto.

Charge


Charge


sexta-feira, maio 23, 2008

Demarcação de terras indígenas


Corretores de seguros têm programas

As seguradoras têm em seu dia-a-dia o desafio de capacitar pessoas que são fundamentais às atividades da empresa, mas que não são seus funcionários: os corretores de seguros. E por isso desenvolvem ações específicas e criativas para esses profissionais. Algumas vão além dos tradicionais treinamentos e oferecem prêmios em reconhecimento à performance deles. A Bradesco Seguros e Previdência, por exemplo, tem a Campanha Talento de Seguros - O Caminho do Sucesso. A iniciativa premia os melhores corretores e concessionários que atuam nos ramos Auto/RE, Saúde e Vida e são cadastrados na Susep e na empresa. A cerimônia de encerramento acontecerá entre 12 e 15 de junho deste ano na Bahia. Na ocasião, os campeões receberão o Troféu Talento de Seguros – Bradesco Seguros e Previdência.

quinta-feira, maio 22, 2008

Cheiro de queimado!




Charge


Charge


Seguradora e Ronseg prepararam atendimento especial

O movimento nas estradas se intensifica durante feriados prolongados e, conseqüentemente, o número de veículos com problemas também. Levantamento da SulAmérica Seguros e Previdência aponta que o principal fator gerador de problemas no veículo é a pane mecânica. Só no último feriado (Dia do Trabalho), 74% dos 10.462 atendimentos efetuados pela Assistência 24 horas da seguradora foram para problemas de pane mecânica, gerando uma média de 1.744 atendimentos por dia.Para o feriado de Corpus Christi a expectativa é similar, uma vez que foram atendidos mais de 6,3 mil carros por pane mecânica, o que corresponde a 73% dos chamados, durante esta mesma data no ano passado. Para minimizar este impacto, a SulAmérica e a Ronseg, corretora de seguros (69) 3222-0742 prepararam, para os motoristas segurados pelo SulAmérica Auto, um atendimento priorizado para o feriado de Corpus Cristi nas estradas de maior movimento. Esta ação visa amenizar possíveis transtornos ocasionados por problemas no veículo durante viagens de longa duração, agravados pelo intenso movimento nas estradas. O telefone para o atendimento, feito pela Assistência 24 Horas da SulAmérica é 0800-727-4100.

quarta-feira, maio 21, 2008

Governador e prefeito são vaiados num pacmício de Lula em SP


Pão e circo!




Lula pede mais vôos

O presidente Lula sugeriu aos integrantes do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social (CDES), o Conselhão, que está reunido hoje em Brasília, que debatessem a necessidade de as companhias aéreas aumentarem o número de vôos para o exterior.O presidente Lula participou apenas da primeira parte da reunião e retornou ao Palácio do Planalto, onde conversará ainda esta manhã com os ministros Reinhold Stephanes (Agricultura) e Dilma Rousseff (Casa Civil) sobre a necessidade de aumentar a produção de alimentos no País.Lula afirmou aos integrantes do CDES que há poucos vôos do Brasil para regiões importantes do mundo, e as empresas brasileiras não têm dado conta de atender a essas rotas. "O presidente disse que é preciso dar uma solução para isso".

Charge


Charge


Emendas

Começou ontem a liberação das emendas dos parlamentares ao orçamento de 2008.

Charge


Charge


Seguro rural tem projeto, de acordo com Geraldo Ramos

O governo vai atender a uma reivindicação antiga dos produtores rurais e das seguradoras e encaminhar ao Congresso um projeto que cria o Fundo de Catástrofe para o seguro rural. O fundo funcionaria como uma espécie de resseguro, dando uma cobertura às seguradoras no caso de perdas expressivas de safras. O projeto será encaminhado juntamente com a medida provisória (MP) da dívida rural, sublinhou o diretor da Fenacor e presidente do Sincor-Rondônia, Geraldo Ramos.

Charge


Charge


Fórum de lideranças

O governador de Rondônia, Ivo Cassol (sem-partido) à frente, e outros dirigentes da Amazônia, articulam um desagravo a Blairo Maggi (PR-MT), bombardeado pelo novo ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc. Será na primeira reunião do fórum de governadores da região, dia 30, no Pará. O evento consta da agenda de Lula.

terça-feira, maio 20, 2008

Nem pensar...

O ex-senador Odacir Soares, novo secretário-chefe da Casa Civil do governo Ivo Cassol, avisa que mais do que nunca não pendurou as chuteiras. Em 2010 tentará um novo mandato eletivo. Hoje, de manhã, Odacir Soares visitava, num verdadeiro corpo-a-corpo, gabinetes de lideranças importantes no Senado Federal.

segunda-feira, maio 19, 2008

Suez e Camargo vencem Jirau

O consórcio Energia Sustentável do Brasil, constituído por Suez (50,1%), Camargo Corrêa (9,9%), Eletrosul (20%) e Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf, 20%), venceu o leilão da hidrelétrica de Jirau, do Rio Madeira (RO). A proposta do grupo foi de R$ 71,40 por megawatt-hora (Mwh), um deságio de 21,6% sobre o preço-teto estabelecido para a licitação, de R$ 91 por MWh. O leilão teve duração de cerca de 7 minutos, apenas. Não foi necessária a realização da segunda fase do leilão.

Charge


Trabalho dobrado


Cacoal: Cassol inaugurou novas obras

Nem mesmo a chuva e lama foram capazes de impedir a comunidade cacoalense de participar da solenidade de inauguraçao da Capela de São Daniel Comboni e do primeiro pavilhão do hospital que tem o mesmo nome e ainda de duas alas onde vão funcionar o centro de hemodiálise, de Oncologia , o laboratório e o pronto atendimento. A solenidade iniciou com uma missa, onde centenas de famílias católicas acompanharam o Rito Sagrado, debaixo de chuva. Entre as autoridades presentes, o governador Ivo Cassol, a primeira dama Ivone Cassol e políticos em geral. Após a missa , ocorreu as inaugurações da Capela, do Centro de Hemodiálise, de Oncologia, Laboratório e o Pronto Atendimento. O hospital que tem oito pavilhões, começou a ser construído em abril de 2004 e já foram injetados cerca de R$ 6 milhões e mais R$ 10 milhões que foram de doações de materiais e equipamentos oriundos da Itália e do governo do Estado. Depois de inaugurado, o governo de Rondônia deve firmar convênio com o Hospital São Daniel Comboni para atender pacientes do Sistema Único de Saúde- SUS. “Esse hospital será uma outra referencia. Vai prestar assistência aos pacientes que tem problemas renais, câncer que moram no interior e precisam se deslocar a capital para tratamento. Isso representa economia para o estado e melhor atendimento para esses pacientes”, afirmou Cassol.

domingo, maio 18, 2008

Seguros

Barato é aqui: Ronseg, corretora de seguros. Faça a cotação de seguro do seu carro grátis e confira as novidades. (69) 3222-0742.

Jirau vai a leilão

O leilão da Hidrelétrica de Jirau (3.300 MW), previsto para amanhã, abre definitivamente a fronteira amazônica para a construção de grandes empreendimentos energéticos na região. Com a conclusão da licitação das duas usinas do Complexo do Rio Madeira (Santo Antônio e Jirau), que somam 6.450 MW de potência instalada, em Rondônia.

O banco faliu

A Corporação Federal de Seguro de Depósitos (Federal Deposit Insurance Corp.), agência independente criada pelo Congresso dos Estados Unidos para manter a estabilidade do sistema financeiro, fechou na sexta-feira o banco do Arkansas ANB Financial, cujos ativos totalizavam US$ 2,1 bilhões. Trata-se da terceira instituição financeira que vai à falência neste ano. Antes, dois pequenos bancos do Missouri já tinham falido. Aberto em 1994, o ANB se autodenominava um dos primeiros bancos na internet.

Zélia Gattai


sábado, maio 17, 2008

Charge


Charge




Charge


Amazônia


Presidente critica setor aéreo

O presidente Lula da Silva disse hoje (sábado) que a aviação comercial na América do Sul é "um desastre". Em encontro com empresários brasileiros e peruanos, Lula disse que terá "uma conversa séria" com o setor aéreo brasileiro quando voltar ao Brasil. "Tudo o que eu não quero é que eles sejam tão inoperantes nessa área que comecem a fomentar na minha cabeça a idéia de que o Estado vai ter de criar uma nova empresa. Eu não quero fazer", disse.

sexta-feira, maio 16, 2008

Charge


Charge


Vai que é tua, Raupp!

O Ministério Público de São Paulo requisitou cópias da "operação castores", feita pela PF em 2006 e que conteria indícios de que o líder do PMDB no Senado, Valdir Raupp (RO), teria se beneficiado ilicitamente com a Alstom.

Odacir, um homem público no TCE

Finalizando sua agenda de visita aos Poderes, o secretário-chefe da Casa Civil, Odacir Soares, visitou na manhã desta sexta-feira (16) o presidente do Tribunal de Contas do Estado de Rondônia, José Gomes de Melo, e conheceu as novas instalações do prédio, que será oficialmente inaugurado na próxima terça-feira (20) pelo governador Ivo Cassol.“Minha visita a este Tribunal é uma gentileza a este Poder com o qual, certamente, o Executivo continuará mantendo excelentes laços de respeito e trabalho pelo interesse da população, como sempre houve”, declarou. Rochilmer Melo da Rocha, ex-presidente do Tribunal, também acompanhou a visita de Odacir ao órgão, apresentando igualmente ao novo secretário, funcionários e instalações. Durante a conversa na sala da presidência, marcada pela camaradagem e um encontro de velhos amigos, Odacir lembrou que estavam ali reunidos três homens públicos que já exerceram a chefia da Casa Civil, inclusive na época do antigo Território. Odacir reiterou, assim como nas visitas aos demais Poderes, que “a Casa Civil será um canal aberto para atender os pleitos daquela Corte, e certamente a recíproca será verdadeira”. Na despedida, o secretário da Casa Civil confirmou presença na solenidade de inauguração do anexo do Tribunal, marcada para às 9h da próxima terça-feira.

Fenacor reúne microsseguros, diz Geraldo Ramos

Foi realizada, nesta quinta-feira, na sede da Fenacor (RJ), a primeira reunião dos membros da comissão especial criada pela federação para analisar e apresentar propostas relativas ao microsseguros. Pela Fenacor, participaram o presidente, Roberto Barbosa; o vice-presidente, Nelson Feijó; e os diretores, Paulo Thomaz e Cláudio Simão. Como convidados, estiveram presentes o diretor da Sinaf Seguros, Pedro Bulcão; o consultor e professor da Escola Nacional de Seguros – Funenseg, Jean-François Estienne, especializado em microsseguros e seguros populares; o vice-presidente da Aon, Rogério Alves, dentre outros. Neste primeiro encontro, a discussão girou em torno da distribuição do microsseguros. Segundo Pedro Bulcão, primeiro a falar, o corretor é “figura indispensável” nesse processo: “o microsseguros pode atender a 40% da população brasileira. E todos precisarão do apoio de um corretor no momento de contratar o microsseguro”, acentuou o diretor da Sinaf. Já o vice da Aon explicou como a empresa começou a explorar o nicho de mercado formado por seguros populares no final da década passada: “descobrimos um nicho de mercado bem interessante”, afirmou Rogério Alves, destacando a importância de se investir em pesquisas de mercado, marketing e na elaboração do produto para atender melhor aos consumidores. Por sua vez, Alaor Silva Junior fez um relato sobre o desenvolvimento do Pasi, o Plano de Amparo Social Imediato, desenvolvido por ele há 19 anos, que oferece uma série de seguros de baixo custo para grupos específicos. Atualmente, ele atende a cerca de dois milhões de segurados, entre titulares e dependentes: “criamos um sistema de distribuição pelo qual 65% da remuneração fica com os corretores parceiros e os 35% restantes para nós, como gestores do produto”, explicou. O presidente do Sincor-RO e diretor da Fenacor, Geraldo Ramos, tem mostrado entusiasmo com as perspectivas do microsseguro. Mas, ressaltou: “é algo novo, que pode ter, inclusive, o incentivo do governo”, salientou.

quinta-feira, maio 15, 2008

Visitas ao Sincor

O presidente do Sincor/RO e diretor da Fenacor, Geraldo Ramos, recebeu na sede da entidade de classe, a visita de Ricardo Pereira, da Mapfre Seguros PA, para o lançamento do Seguro Vida Igreja, produto que deverá ter ampla aceitação no mercado. Visitaram, também, a casa dos corretores de seguros, Sílvia Gamara, da Porto Seguros SP, lançando o Auto Perfil; e Ricardo Marchesim, da Sul América MT, e Tatiane Silva, da Sul América RO, divulgando o Seguro Auto Mulher.

Geraldo Ramos amplia campanha do Dpvat

O presidente do Sincor/RO, Geraldo Ramos, continua divulgando pelos mais diversos canais de comunicação, acerca das orientações necessárias dadas pelo sindicato aos parentes de vítimas de acidentes de trânsito, ao acionar o seguro obrigatório Dpvat. Ele também tem explicado em entrevistas, que o recebimento da indenização do Dpvat é um processo de indenização securitária sem complicação, que dispensa a intermediação de procuradores.

quarta-feira, maio 14, 2008

PF denuncia Raupp ao STF

A Polícia Federal pediu autorização ao STF para abrir inquérito sobre o suposto pagamento de propina da fábrica de turbinas Alstom ao líder do PMDB no Senado, Valdir Raupp (RO), a seu assessor José Roberto Paquier e ao diretor de projetos da Eletronorte, Adhemar Palocci.

Odacir visita veículos de comunicação

O novo secretário chefe da Casa Civil do governo do Estado de Rondônia, Odacir Soares, cumpriu extensa agenda de visitas em seu primeiro dia de trabalho, nesta quarta-feira (14), aos veículos de comunicação com sede na capital.Odacir Soares participou do programa Câmera 11, na Tv Candelária. Odacir iniciou seu roteiro pelo jornal Estadão do Norte. Em entrevista, resumiu como pretende agir em relação aos Poderes e autoridades que eventualmente precisem da Casa Civil e vice-versa. “Pretendo trabalhar para aparar as eventuais arestas que venham existir entre o Executivo e os demais Poderes”, disse ele. Odacir também explicou como será a atuação do Icoteron, o Instituto de Colonização e Terras, recém criado pelo governador Ivo Cassol. Ainda pela manhã, o secretário esteve na Rede TV, onde conversou com o diretor de jornalismo, Domingues Júnior, e também, por telefone, com o empresário Acir Gurgacz, diretor da empresa. O compromisso seguinte foi com a TV Rondônia, onde foi recebido pelo diretor-geral Antonio Luiz Campanari. Na emissora, Odacir aproveitou para gravar entrevista falando dos principais objetivos frente a pasta que acaba de assumir. O último compromisso da manhã foi na Tv Candelária, onde foi recebido pelo diretor e apresentador Everton Leoni, que o convidou para participar ao vivo do programa Câmera 11. No período da tarde, Odacir visitou as redações dos jornais Folha de Rondônia, Alto Madeira e Diário da Amazônia, finalizando a visita ao site Rondoniagora. Em todos os veículos, o novo secretário falou da determinação do governador em desenvolver um trabalho à altura de seus antecessores no sentido de manter um bom relacionamento com os poderes e encaminhar os pleitos que dependam daquela secretaria. “A população de Rondônia pode ter certeza que usarei de todo meu conhecimento e minha experiência política adquirida ao longo destes 30 anos de vida pública para colaborar com o crescimento do nosso estado”, falou Odacir.Nesta quinta-feira o secretário visitará a Assembléia Legislativa, às 8 horas, o Tribunal de Justiça às 10 horas e o Ministério Público às 15 horas. Entre estes compromissos oficiais, visitará a TV Allamanda/SBT e participará do programa A Hora do Povo, ao meio-dia, em rede estadual, pelas emissoras do Sistema Rondônia de Rádio.

Odacir, um nome forte no governo

A escolha do ex-senador Odacir Soares para chefiar a Casa Civil do governo do estado de Rondônia, demonstra que Ivo Cassol tem, a partir de agora, mais um nome de peso, de prestígio no Executivo (já tem o superintendente da Representação no DF, Sandro Bergamim), com trânsito em Brasília, junto ao Palácio do Planalto, Esplanada dos Ministérios e Congresso. Odacir Soares representa uma escolha pessoal de Cassol, com quem tem enorme convergência, mais do que um representante do PMDB em seu secretariado. De estilo afável, apaziguador, democrático, probo, eficiente, independente, de personalidade forte, e que costuma seguir suas convicções. Quer no Executivo, no Legislativo, na advocacia ou na Comunicação, ao longo de quase quatro décadas, Odacir Soares, tem legado o imprimatur em defesa dos interesses maiores do povo.

Cresce número de corretoras

Voltou a cair o número de registros de corretores de seguros. Segundo dados da Fenacor, de 1º de janeiro até hoje (12 de maio), foram registrados, em todo o país, 1.510 corretores pessoas físicas e jurídicas. Essa soma é 17,6% menor que a apurada no mesmo período, em 2007, quando foram feitos 1.834 registros. O fato curioso é que houve um aumento do número de registros de novas empresas corretoras de seguros. Do início do ano até esta segunda-feira foram registradas 372 empresas, três a mais do que em igual período, no exercício passado. Segundo a Fenacor, dessas corretoras, 59 estão aptas a operar apenas nos ramos vida e previdência aberta e 313 em todas as modalidades Em contrapartida, foi verificada uma queda da ordem de 22,3% no número de registros de profissionais autônomos. De 1º de janeiro até este 12 de maio foram 1.138 novos registros de corretores, dos quais 542 podem operar somente nos ramos vida e previdência e 596 em todos os segmentos.

Odacir tem novo desafio: competência é seu principal trunfo

A chegada do ex-senador Odacir Soares na Casa Civil do governo de Rondônia, representa experiência e competência qualificadas na administração Cassol. O Estado vai bem, garante o governador Ivo Cassol (sem partido), “mas precisa melhorar”. A experiência de Odacir Soares na condução política do Estado, para Cassol, “será muito importante. Mas também precisamos do seu conhecimento em Brasília, porque o Estado precisa regularizar suas terras”. Odacir também assumiu o comando do Instituto de Cartografia e Terras de Rondônia-Icoteron. “Precisamos do Odacir para buscar apoio federal para que a situação fundiária de Rondônia seja regularizada” disse o governador. Um dos entraves no desenvolvimento de Rondônia é o sistema fundiário. Sem regularização não há como acessar a financiamentos, destacou Cassol.

Prestigiado por Cassol, Odacir assumiu a CC

O novo chefe da Casa Civil do governo de Rondônia, o ex-senador Odacir Soares, tomou posse ontem à tarde, em solenidade das mais concorridas e prestigiadas no auditório da Emater, em Porto Velho. Odacir Soares, político experiente com dois mandatos de senador, dois de prefeito da capital, e um de deputado federal, após o juramento, foi empossado pelo governador Ivo Cassol (sem partido). Segundo Cassol, Odacir “tem equilíbrio, experiência e competência” detalhes importantes para um mediador político. “Recebi com muita honra o convite do governador, e espero não decepcionar”, disse Odacir. A sua função a partir daquele momento no governo, é ser “a voz do governador; ser o guardião do Palácio Presidente Vargas”. O chefe da Casa Civil tem o dever de manter a interlocução interna e externa do governo e com os Poderes. A “tarefa não é simples”, adiantou Odacir. Representar a palavra do governador, ser um grande conciliador e aparar arestas não é tarefa das mais fáceis. A Casa Civil é o instrumento de ligação com o Poder Legislativo e com os prefeitos, além do Judiciário. Odacir Soares fez questão de destacar que o exercício do cargo exige humildade e competência na arte de conversar, fazer política e defender o interesse público. Sua posse repercutiu favoravelmente no estado de Rondônia e em Brasília, no Congresso Nacional.

terça-feira, maio 13, 2008

Contra procuradores

O Sindicato dos Corretores de Seguros de Rondônia (Sincor) faz campanha periódica para evitar que as famílias recorram ao seguro obrigatório (Dpvat) por meio de procuradores. O Ministério Público e a Federação Nacional de Empresas de Seguros Privados também recomendam que o processo seja acionado diretamente pelos interessados. A orientação é para evitar que as pessoas assinem qualquer documento em branco ou procuração no momento da perda de um parente, previne o presidente do Sincor e diretor da Fenacor, Geraldo Ramos. Ele sugere às famílias que tiveram parentes vítimas de acidentes no trânsito a procurarem preferencialmente o Sindicato ou as seguradoras. O Sincor explica que o Dpvat é pago independente da seguradora saber ou não a identidade de quem provocou o acidente. E a indenização também não será perdida caso o seguro obrigatório não tenha sido pago. Todas as orientações serão dadas no momento da consulta ao Sindicato, afirma Geraldo Ramos. Novas informações: (69) 3221-2233.

Ligação perigosa

O gabinete do líder do PMDB, Valdir Raupp (PMDB-RO), segundo o GloboOnline, serviu para pelo menos um encontro suspeito ao longo de 2006. Relatório da PF sobre a operação Castores informa que o assessor parlamentar José Roberto Paquier e representantes da Alstom - empresa fabricante de turbinas elétricas - e da Eletronorte se reuniram no gabinete de Raupp. A Alstom está sendo acusada de pagar propina a políticos e funcionários públicos para facilitar a liberação de pagamento de dívidas estatais, ou para reduzir valores de multas aplicadas por descumprimento de contratos com o setor público. (Jailton de Carvalho).

Caso Alstom: partido convoca Raupp

O PT decidiu levar ao Congresso Nacional a ofensiva contra o PMDB, em razão de suspeitas de corrupção - pagamento de propina envolvendo a empresa Alstom. O senador Valdir Raupp (PMDB-RO) deverá ser convocado (Valor Online).

Falta álcool no DF e em 6 Estados

A Federação Nacional do Comércio de Combustíveis e de Lubrificantes (Fecombustíveis) informou que há falta de etanol anidro, misturado à gasolina, e hidratado, usado nos veículos a álcool e "flex fuel" (mistura dos dois combustíveis) em seis Estados brasileiros e no Distrito Federal. Para a entidade há desabastecimento em Minas Gerais, Paraná, Amazonas, Pará, Goiás, interior de São Paulo e no DF, o que obrigou alguns estabelecimentos a ficarem fora de serviço ontem por falta de combustíveis.

Odacir na Casa Civil

O ex-senador Odacir Soares, assume hoje, às 13h30, em Porto Velho (RO), o Instituto de Colonização de Terras. A solenidade ocorre no auditório da Emater. O Icoteron foi criado pelo governo para resolver um dos graves problemas de Rondônia, que é a regularização das terras rurais. A nomeação de Odacir ocorreu na última sexta-feira, e foi publicada no “Diário Oficial” do Estado. Juntamente com o Incra, o Icoteron terá a responsabilidade de organizar a situação fundiária. Estabelecimentos de crédito tem dificuldades para financiar no estado em razão da não regularização das terras. O Banco da Amazônia-Basa, anualmente, não consegue operar com a disponibilidade de crédito agrícola. Com a experiência de Odacir, que já teve dois mandatos de senador, ocupou a primeira secretaria do Congresso, e sempre despontou como político atuante, o Estado terá condições de regularizar o sistema fundiário. Odacir Soares deverá acumular o cargo de chefe da Casa Civil. Odacir Soares detém a concessão da maior rede de rádio da Amazônia Ocidental.

segunda-feira, maio 12, 2008

PF vê propina da Alstom em lista com nome de Raupp

É a contabilidade da partilha da propina. Foi assim que a Polícia Federal classificou os papéis em que os nomes do senador Valdir Raupp (PMDB-RO) e de Adhemar Palocci, diretor da Eletronorte e irmão do deputado federal Antonio Palocci (PT-SP), aparecem, entre outros, ao lado de uma cifra -cerca de R$ 2 milhões. No verso de uma das páginas, são citados os nomes da Alstom e da CNO (Construtora Norberto Odebrechet, segundo a polícia).O documento foi apreendido pela PF em 2006 na casa do então chefe-de-gabinete do senador Raupp, José Roberto Paquier, no curso da Operação Castores. Escutas telefônicas feitas pela polícia confirmaram as suspeitas do delegado Fernando Francischini, que chefiou as investigações. Paquier negociava, por meio de intermediários, com um diretor da Alstom o pagamento de cerca de R$ 300 milhões que a Eletronorte devia à empresa. Num telefonema, os investigados discutem formas de receber as parcelas de R$ 46 milhões que o consórcio esperava receber. O diretor da Alstom, Osvaldo Panzarini, e o assessor do senador foram presos pela PF e depois liberados. O assessor foi demitido; Panzarini foi promovido na Alstom -passou a ocupar a diretoria de operações. A empresa está sob investigação na França e na Suíça sob suspeita de pagar propina em países como o Brasil, Cingapura e Venezuela. Os promotores daqueles países citam que um dos casos suspeitos envolve o Metrô paulistano -a empresa teria pago US$ 6,8 milhões a políticos para ganhar uma licitação de US$ 45 milhões. (Mário César Carvalho, da Folha de São Paulo).

Seguradora premia passageiros

A SulAmérica já premiou seis passageiros da Gol Transportes após pouco mais de um mês do lançamento do “Assistência Viagem Premiada”, produto que pode ser adquirido durante a compra do bilhete aéreo pelo site da companhia aérea. Os ganhadores, que receberam R$ 5 mil cada, foram sorteados pela Loteria Federal e poderão optar pelo valor do prêmio em dinheiro ou em créditos, para trocar por passagens aéreas para qualquer um dos destinos que a companhia opera.O “Assistência Viagem Premiada” é um produto inovador que prevê a prestação de serviços de assistência, tais como a cobertura de despesas com remoção inter-hospitalar nos casos de acidente ou doença súbita do passageiro, bem como o transporte, a hospedagem e o retorno de acompanhantes em caso de hospitalização do passageiro em decorrência de acidente ou doença súbita. Além destes serviços, o produto conta ainda com um seguro de acidentes pessoais e garante o pagamento de indenização aos beneficiários do passageiro, no valor de R$ 50 mil, nos casos de morte acidental ou invalidez por acidente durante o período de cobertura.A contratação é simples e de baixo custo (R$ 3,00 válidos para os dois primeiros dias de viagem e R$ 1,50 para cada dia extra) e a opção pela aquisição do seguro pode ser feita durante a compra da passagem aérea pelo site da companhia www.voegol.com.br. Juntamente com o e-mail de confirmação da viagem, o cliente recebe as informações inerentes ao produto.Além dos benefícios mencionados, o Assistência Viagem Premiada dá ao passageiro o direito de concorrer a um sorteio mensal de R$ 5 mil pela Loteria Federal, que poderá ser convertido em passagens da Gol. Para obter informações sobre os serviços de assistência, as coberturas e sorteios acesse o site www.sulamerica.com.br/voegol ou ligue para a Central de Atendimento da SulAmérica, nos telefones: 4004-4642 (São Paulo) ou 0800 725 4642 (demais regiões).Sobre a Gol Transportes AéreosPrimeira companhia aérea brasileira regular a operar no conceito baixo custo, baixa tarifa, a Gol começou a voar em janeiro de 2001. Com uma estrutura de custos enxuta, baseada em alta tecnologia, padronização da frota e motivação da equipe, a Gol oferece passagens a preços acessíveis.Mais de 80 milhões de passageiros já voaram com a Companhia, sendo que 10% deles viajavam de avião pela primeira vez. Hoje, 81 aviões Boeing 737 fazem mais de 640 vôos diários para 57 destinos, sendo oito no exterior (América do Sul). Para mais informações, acesse o site www.voegol.com.br ou ligue para: 0300 115 2121.Sobre a SulAméricaA SulAmérica Seguros e Previdência é um dos maiores conglomerados empresariais brasileiros, com 112 anos de história, atuando nos segmentos de seguros, previdência e investimentos. Sua forte presença em todo território nacional vem sendo consolidada pelo crescimento da companhia, que registrou o maior lucro líquido de sua história: R$ 321 milhões nos doze meses de 2007. Com mais de seis milhões de clientes, a SulAmérica está dividida em cinco unidades de negócios: Saúde, Automóvel e Massificados, Riscos Industriais e Comerciais, Pessoas (Vida e Acidentes Pessoais) e Previdência Privada e Gestão de Ativos.Novas informações na Ronseg, corretora de seguros (69) 3222-0742.

sábado, maio 10, 2008

Escassez de mão-de-obra

O forte crescimento do setor aéreo no Brasil nos últimos anos não trouxe problemas relacionados apenas à infra-estrutura para as empresas do setor. A escassez de mão-de-obra especializada em manutenção de aeronaves é outro efeito negativo criado pela expansão do setor. O presidente da Federação Nacional dos Trabalhadores de Aviação Civil (Fentac), Celso Klafke, afirma que, em razão da falta de trabalhadores, os mecânicos têm trabalhado além do horário limite estabelecido para o setor, colocando em risco a segurança das aeronaves. Estimativa da Fentac mostra que seriam necessários pelo menos 20% mais profissionais que a oferta atual para atender à demanda das companhias aéreas. Klafke afirma que o número de trabalhadores da área de manutenção não cresceu no mesmo ritmo do mercado de aviação civil nos últimos anos. A falta de profissionais habilitados e capacitados para trabalhar no setor tem levado a uma disputa por trabalhadores entre as companhias aéreas e de manutenção. As empresas têm feito verdadeiros leilões pelos profissionais, diz. As regiões com maior carência de mão-de-obra são o Norte e Nordeste. Uma conseqüência do déficit de profissionais de manutenção é a sobrecarga de trabalho com horas excedentes na jornada diária, que é de seis horas para mecânicos de pista e de oito horas para mecânicos de hangar. O tempo é esse, mas muitas empresas ultrapassam o limite pela falta de funcionários, diz Klafke. Segundo o presidente da Fentac, o tempo de trabalho é regulamentado justamente porque há um alto nível de estresse na profissão. Ele avalia que um profissional sobrecarregado tende a elevar o número de falhas nos procedimentos. Apesar de não saber quantificar, Klafke afirma que há denúncias de sobrecarga de trabalho e não-cumprimento de folgas em delegacias de trabalho de todo o País. Esse é o maior problema da categoria atualmente, afirma.

Charge